Alcácer do Sal: Dois detidos e mais de trinta quilos de meixão apreendidos no Rio Sado

0

O Comando Territorial de Setúbal, através do Núcleo Proteção Ambiental do Destacamento Territorial de Grândola, ontem, dia 20 de dezembro, deteve dois homens de 50 e 63 anos por pesca ilegal e apreendeu mais de trinta e um quilos de meixão, no Rio Sado.

A ação decorreu de uma fiscalização no âmbito da Operação “Meixão”, incidindo sobre pesca ilegal, quer de meixão, quer de enguias de tamanho mínimo inferior ao permitido, visando a prevenção e repressão do exercício do ato piscatório por meios e métodos contrários aos legalmente definidos.

A enguia europeia (anguilla anguilla), que na fase larvar é conhecida por meixão, é uma espécie considerada em perigo e que tem sofrido grande redução no número de efetivos, em razão da pesca ilegal, considerando que cada quilograma retirado do Rio Sado, pode conter cerca de 4000 indivíduos, impedindo desta forma o normal ciclo de reprodução.

Da operação resultou a apreensão de 31,7 quilos de meixão, que corresponde a cerca de 127 mil espécimes, com um valor estimado de 16 mil euros, podendo, no mercado final (países Europeus e Asiáticos), atingir o valor de mais de 220 mil euros. Foram ainda apreendidas três redes, com malhagem tipo “mosquiteira”, diverso material relacionado a atividade e um veículo.

A operação contou ainda com o apoio do Posto Territorial de Alcácer do Sal e do ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas. O meixão por ainda se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This