Câmara de Grândola aprova orçamento de 28,6 milhões de euros e redução do IMI para 2019

0

A Câmara Municipal de Grândola aprovou hoje, dia 25 de outubro, o orçamento para o ano de 2019, no valor de 28,6 milhões de euros. O Presidente da Câmara Municipal, António Figueira Mendes, refere que “O Orçamento que apresentamos para 2019 direcciona mais de 10 milhões para a realização de investimentos estruturantes no Concelho, que começámos a preparar no anterior mandato. Este forte investimento, que poderá vir a ser reforçado com mais fundos comunitários e com recurso a auto financiamento, está a tornar possível a concretização de obras de grande envergadura, que contribuirão de forma significativa para a dinamização da economia local, reforço da coesão social, e melhoria da qualidade de vida da população.”

Das intervenções e acções previstas nas Grandes Opções do Plano e do Orçamento para 2019, destaca-se no âmbito do desenvolvimento da economia local e da criação de emprego, o forte investimento na construção de infraestruturas na Zona Industrial Ligeira – para dar resposta ao tecido empresarial local e regional e continuar a atrair grandes investimentos nacionais e estrangeiros, o reforço do trabalho de promoção e valorização dos produtos endógenos, e a realização de novos cursos de formação profissional na área da aeronáutica e turismo.

No âmbito do melhoramento e reforço dos serviços públicos, salienta-se reforço de meios, humanos e materiais, para os serviços de higiene e limpeza urbana, espaços verdes, recolha de resíduos, gabinete veterinário e protecção civil, bem como, a concretização de diversos melhoramentos no espaço público e de lazer, nomeadamente, a conclusão da requalificação do Jardim 1º de Maio e da sua zona envolvente, o início da requalificação da Avenida Jorge Nunes, a requalificação da rede viária municipal e dos caminhos vicinais e a construção e substituição de infraestruturas de água e saneamento em diversos locais do Concelho.

Por fim, no âmbito do reforço da coesão social e melhoria da qualidade de vida da população, sublinha-se o reforço de acções para a juventude, o apoio a programas de construção de habitações a custos controlados, a dinamização de iniciativas que apostam no combate ao insucesso escolar, bem como, a concretização de obras estruturantes que ficarão concluídas em 2019,nomeadamente, a EB1 e JI de Grândola, a Biblioteca e Arquivo Municipais e o Núcleo Museológico da Igreja de São Pedro e o lançamento de mais de uma dezena de obras de requalificação de equipamentos municipais, que dotarão o Concelho de uma rede de equipamentos de excelência, capaz de garantir um serviço público de elevada qualidade.

 A proposta de orçamento para 2019 foi aprovada por maioria, com a abstenção dos Vereadores do Partido Socialista e do Vereador do Movimento Grândola Melhor, e vai agora ser submetida à apreciação e votação da Assembleia Municipal.

Também na Reunião de Câmara de hoje, dia 25 de outubro, foi aprovada a proposta de redução do IMI para 0,36. António Figueira Mendes – Presidente da Câmara Municipal de Grândola, refere que “Já em 2014 tínhamos reduzido de 0,40 para 0,38 e em 2016 voltámos a reduzir para 0.37. Tendo em conta a estabilidade financeira que alcançámos, propusemos uma nova redução para o ano de 2019”, referindo que, “apesar desta medida implicar uma perda de receitas municipais, é de grande importância para as famílias… mas só é possível porque temos tido uma gestão financeira rigorosa e equilibrada”. A proposta foi aprovada por maioria, com a abstenção dos Vereadores do Partido Socialista, e vai igualmente ser submetida à apreciação e votação da Assembleia Municipal.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This