Cercal do Alentejo: Crescimento turístico e fortes investimentos projetam Cercal do Alentejo

0

A expressão cada vez maior do turismo e os significativos investimentos que se perspetivam a curto foram as notas dominantes da 3.ª etapa da Presidência nas Freguesias 2017, que decorreu no Cercal do Alentejo, nos dias 2, 3 e 4 de maio.

O Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, destaca “as unidades de turismo de muita qualidade, algumas já são mesmo uma referência a nível nacional”. Os executivos da Câmara, Junta e técnicos da autarquia viveram três dias intensos e, entre outros locais, tiveram a oportunidade de “visitar a Casa Azul, uma unidade hoteleira que está com um forte investimento, cerca de 700 mil euros, mesmo no centro do Cercal do Alentejo, gerido por um casal que pegou numa pensão, com características antigas, e que quer dar um passo muito significativo em termos de qualidade, ambicionando inclusive que o hotel possa vir a ter quatro estrelas – o que será muito importante – e aproveitando um projeto em que a Câmara está fortemente envolvida, que é a Rota Vicentina, que começa precisamente em Santiago do Cacém e que passa no Cercal do Alentejo”, sublinha Álvaro Beijinha. “Há cada vez mais pessoas a percorrer a Rota, com muitos estrangeiros a visitarem-nos. Independentemente do Cercal ter várias potencialidades, a questão do turismo tem ganho uma expressão muito significativa”, enaltece o Presidente da CMSC.

Outro projeto que merece o destaque de Álvaro Beijinha situa-se “na Herdade da Mandorelha e pertence a duas filhas da terra, duas irmãs, com a produção de ervas aromáticas para chá. Têm uma loja gourmet, produzem para a própria loja, mas têm objetivos futuros de virem a comercializar para além do que é o seu consumo na loja. Vendem a granel, mas querem, no futuro, fazer a sua própria marca e vender num circuito comercial”.

O Investimento na Glowood, maior fábrica na freguesia – que emprega cerca de 50 pessoas – foi outro dos temas em evidência na visita.  “Estão com um investimento de mais de cinco milhões de euros. Tivemos uma reunião com a administração do grupo e perspetivam-se investimentos futuros no Parque Empresarial do Cercal, que tem um potencial enorme. Sentimos que a parte mais problemática da crise já passou e estes investimentos são uma nota muito, muito positiva. Existem indicadores muito positivos de desenvolvimento económico no Cercal, perspetivam-se outros ainda, e isso é muito importante”.

Álvaro Beijinha recorde o facto do Cercal do Alentejo ser “uma freguesia muito dispersa, com várias localidades, mas é importante verificar que nas áreas mais rurais há muita dinâmica. É a única freguesia com dois Centros de Dia. Tivemos oportunidade de visitá-los, no Cercal e da Sonega, ambos com perspectivas de investimentos futuros, nomeadamente o do Cercal, com a construção de um novo Lar, que está apenas à espera que haja financiamento comunitário”.

O Presidente da CMSC realça ainda “as conversas com os comerciantes, sendo que muitos já têm uma palavra de esperança, sentindo que as coisas têm melhorado nos últimos tempos”. O trabalho conjunto entre a Câmara e a Junta de Freguesia do Cercal do Alentejo também recebeu nota positiva de Álvaro Beijinha, que faz um balanço muito positivo da visita.

 

 

 

 

 

Deixar uma resposta

Share This