Escolas fechadas, consultas adiadas e cidades sem recolha de lixo esta sexta-feira devido à greve

0

Greve de sexta-feira vai ter efeitos em todos os setores da administração pública.

O alerta é do secretário-geral da Federação dos Sindicatos da Administração Pública, na véspera da greve dos trabalhadores da função pública marcada para esta sexta-feira.

Uma paralisação convocada pela Frente Comum à qual se juntou a FESAP e o Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado.

José Abraão explica que à exceção do setor dos transportes, o pré-aviso de greve abrange os serviços públicos em geral.

“Desde a área da educação, justiça, segurança social, saúde, finanças… todos os setores da administração pública estão cobertos pelo pré-aviso de greve. Os setores onde se sentirão mais os efeitos da greve é na área da educação porque vão escolas fechadas; na saúde haverá problemas nas consultas e nos blocos operatórios; nas autarquias desde a recolha do lixo até ao setor dos serviços.”

O secretário-geral da FESAP espera uma forte adesão à greve de sexta feira, diz que o descontentamento dos trabalhadores é grande.

“Reivindicamos a necessidade de aumentos salariais; na área da saúde ainda a questão das 35 horas de trabalho semanal; nas escolas a falta de pessoal… são tudo motivos que apontam no sentido de que a greve tenha impacto. Esperamos que o governo tire ilações e rapidamente volte à mesa das negociações, porque dizem que vão aumentar os salários da função pública e não temos uma única proposta em concreto”.

A greve da função pública está marcada para esta sexta feira, dia 26 de outubro.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This