Governo suspende decisão de atendimento reduzido em Alvalade e Ermidas-Sado

0

O Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, foi contactado esta manhã pelo Chefe de Gabinete do Ministro da Administração Interna que informou da decisão do Governo de suspender, a passagem dos Postos da GNR de Alvalade e Ermidas-Sado a postos de atendimento reduzido, ou seja, com funcionamento entre as 09h00 e as 17h00, e apenas com um efetivo.

Uma suspensão que decorre após o pedido de reunião com caráter de urgência por parte do Presidente da Câmara Municipal, junto do Ministério, e das concentrações das populações agendadas pelas duas Juntas de Freguesia, para o final da tarde de hoje.

Álvaro Beijinha foi informado de que “a medida não irá para a frente no imediato”. O que significa, no entender do autarca que esta medida “não possa vir a colocar-se no futuro. O Governo reconheceu que a medida tinha sido tomada sem uma discussão prévia com a Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia. O reconhecimento do erro é sempre bom quando tomado a tempo”

“Nós, autarquias e populações, ganhámos uma batalha, mas não ganhámos a guerra,” frisa o autarca, uma vez que a medida foi apenas suspensa e não revogada. “As pessoas devem manter-se alerta e a Câmara vai continuar a acompanhar este processo de uma forma muito presente”.

Foi ainda transmitido a Álvaro Beijinha, que a Secretária de Estado da Administração Interna vai agendar uma reunião com a Câmara Municipal para discutir este assunto “espero que, o resultado dessa reunião, não seja voltar a colocar em cima da mesa esta medida agora suspensa, mas sim o reforço de efetivos da GNR nas duas Freguesias, para que os Postos funcionem de uma forma normal, o que não se verifica atualmente”.

Recorde-se que em 2014 esta questão já tinha sido discutida entre a Câmara Municipal de Santiago do Cacém, as Juntas de Freguesia e o Governo durante a qual as autarquias sempre reivindicaram o reforço efetivo de guardas nos dois Postos de Alvalade e Ermidas-Sado.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.