Nacional: Comandante nacional considera excessivo número de ocorrências de incêndios

0

O comandante da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) considerou hoje “excessivo” o número de ocorrências de incêndios florestais, tendo em conta a área do território nacional, e destacou “a resposta notável” do dispositivo de combate.

Numa conferência de imprensa para balanço da fase “Charlie” do Disposto Especial de Combate a Incêndios Florestais, que começou a 01 de julho e termina a 30 de setembro, o comandante operacional nacional, José Manuel Moura, adiantou que o número de ocorrências de fogo está próximo da média dos últimos dez anos, tendo ocorrido 14.374 incêndios, desde o início do ano.

Já a área ardida, sublinhou José Manuel Moura, está este ano 35 por cento “abaixo da média do decénio”, tendo as chamas consumido, até 31 de agosto, 53.915 hectares.

O comandante afirmou ainda que “este ano se registaram cinco incêndios com uma duração superior a 24 horas”.

Deixar uma resposta

Share This