Nacional: Técnicos de Natação garantem segurança nas piscinas

0

A Federação Portuguesa de Natação (FPN) e a Associação Portuguesa de Técnicos de Natação (APTN) defendem que “a substituição de nadadores salvadores por técnicos de natação em piscinas públicas destinadas ao alto rendimento desportivo não coloca em causa a segurança dos nadadores, em formação e competição”.

A Federação explicou em comunicado que “essas atividades são realizadas sempre acompanhadas por técnicos habilitados que asseguram não apenas o acompanhamento técnico e pedagógico, mas também a vigilância e segurança, essenciais para os desportistas”.

Os mesmos responsáveis contestam as declarações dos representantes dos Nadadores Salvadores, relativamente aos argumentos apresentados, respeitantes à diferença de qualificações entre o técnico de natação e o nadador salvador, explicando que “o curso de nadadores salvadores não tem 150 horas de formação base em Suporte Básico de Vida, Primeiros Socorros e Salvamento Aquático, mas sim 87 horas no total dos três módulos identificados, conforme referencial de formação legalmente homologado”.

FPN e a APTN lamentam que a FEPONS “não direcione a sua ação para a implementação do que de facto interessa para a população portuguesa: a criação e condições de competência aquática para a prevenção de afogamentos em qualquer espaço aquático”.

Deixar uma resposta

Share This