Natação: Equipa feminina do CNLA conquista um brilhante 5.º lugar em Abrantes

0

O Clube de Natação do Litoral Alentejano (CNLA) participou nos dias 26 e 27 de novembro, no Campeonato Nacional de Clubes da 3ª Divisão, nas Piscinas Municipais de Abrantes.

A equipa feminina esteve em grande plano e surpreendeu tudo e todos, com a obtenção do 5º lugar entre as 24 equipas participantes. As previsões iniciais apontavam para uma classificação entre o 8º e o 10º lugar, mas a as atletas superaram-se e conseguiram provas de grande nível, revelando um espírito coletivo muito forte.

Em termos pontuais, a equipa feminina do CNLA conseguiu mesmo o 4º lugar, que dava acesso à subida para a 2ª Divisão. Contudo, o Clube de Natação de Alcobaça alcançou igual número de pontos e teve vantagem nos critérios de desempate. Avaliado o 1º critério, as equipas permaneciam empatadas, pois ambas registavam uma vitória individual ao longo do fim-de-semana. Foi apenas no nº de segundos lugares alcançados (um do Alcobaça, contra nenhum do CNLA) que o CNLA se viu relegado para o 5º ligar final.

Contudo, este sabor “amargo” não apaga a forma espectacular como a equipa se apresentou, com um total de 13 recordes pessoais: Nicoleta Lascu (4) nos 200 costas, 100 mariposa, 50 livres e 100 livres; Ana Sofia Sousa (4) nos 100 Livres (com máximo pessoal também na passagem a meio da prova, aos  50 metros), 400 livres e 800 livres; Carolina Guedes (2) nos 100 e 200 bruços; Melissa Lopes (2) nos 200 mariposa (também ela com máximo pessoal na passagem a meio da prova, neste caso aos 100 metros); Susana Mateus (1) nos 200 estilos.

Grande destaque também para os sete Recordes Regionais do Alentejo, quatro deles absolutos: Ana Sofia Sousa nos 400 e 800 livres, ambas com “duplo-recorde” (15 anos e absoluto); Susana Mateus nos 200 estilos (recorde sénior); e nas estafetas de  4×100 livres e 4×100 estilos, ambas com recordes absolutos, com o quarteto composto por Nicoleta Lascu, Carolina Guedes, Ana Sofia Sousa e Susana Mateus.

A equipa masculina alcançou o 23º lugar na classificação final, não conseguindo escapar aos últimos quatro lugares da tabela e sendo despromovida para a 4º Divisão na próxima época. Apesar do resultado, a equipa – que se encontra numa fase de renovação – lutou com todas as suas forças para tentar alcançar a manutenção, que não foi possível atendendo ao forte nível competitivo da 3ª divisão masculina.

A nível individual, de sublinhar os recordes pessoais alcançados por Jaime Costa, nos 100 Bruços e 200 Mariposa; por Mauro Inácio nos 400 Livres; e por Hugo Correia nos 200 Bruços.

 

Deixar uma resposta

Share This