Odemira: “Brisas do Atlântico” contaram com 1500 participantes

0

O litoral do concelho de Odemira recebeu, no dia 10 de junho, as “Brisas do Atlântico”, um evento desportivo multidisciplinar, entre Almograve e Zambujeira do Mar, que mobilizou cerca 1500 participantes, nas modalidades cicloturismo, BTT, orientação e pedestrianismo, na vertente de lazer, e as modalidades de patinagem, run & bike e atletismo (individual, estafetas e desporto adaptado), na vertente competitiva.

Numa iniciativa do Município de Odemira, o evento teve por missão contribuir para um melhor desporto para todos, com uma causa social, que este ano esteve associada à comemoração do Ano Internacional das Leguminosas. Neste contexto, as receitas das Brisas 2016 revertem para um projeto de uma instituição local de solidariedade social, no âmbito da implementação de projetos que contemplem a criação de hortas biológicas ou de intervenção comunitária para a promoção de uma alimentação saudável. Entre os dois projetos apresentados, os participantes das Brisas elegeram o projeto “Grão a grão se conta uma história” (adaptação de livros infanto-juvenis) da Associação de Paralisia Cerebral de Odemira.

A prova teve início na praia do Almograve, de onde partiram para as várias provas e percursos. Na vertente competitiva participaram 257 atletas, nas provas de atletismo (individual, estafetas e desporto adaptado), patinagem e run & bike com percursos de 21 Km.

A vertente lazer contou com cerca de 1200 participantes, nas modalidades de pedestrianismo com dois percursos (com 8,6 km e 2,5 km), BTT e cicloturismo com percursos de 30 km e 35 km respetivamente, entre Almograve e Zambujeira do Mar, S. Teotónio e Cavaleiro, e pela primeira vez a prova de Orientação, Ori-Brisas.

No final da prova, a organização ofereceu um almoço convívio a todos os participantes, que decorreu em simultâneo no Almograve e na Zambujeira do Mar.

Deixar uma resposta

Share This