Odemira: Integra Festival Terras Sem Sombra 2016

0

O Município de Odemira integra o 12.º Festival de Música Sacra do Baixo Alentejo – Terras Sem Sombra, promovido pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja. A vila de Odemira vai receber um concerto e uma atividade promotora de biodiversidade local, nos dias 7 e 8 de maio, com entradas livres.

No dia 7 de maio, pelas 21.30 horas, na Igreja Matriz de São Salvador, em Odemira, será apresentado o espetáculo “Anjos ou Demónios? Novas Tendências da Música Brasileira” pelo Quarteto Quaternaglia, com direção musical de Sidney Molina, apresenta um recital com peças de compositores brasileiros do século XX e do atual, entre os quais Heitor Villa-Lobos. Os músicos do Quaternaglia utilizam três violões de seis cordas e um violão de sete cordas especialmente construídos pelo luthier brasileiro Sérgio Abreu.

Para o dia 8 de maio, a partir das 10.00 horas, o Festival Terras Sem Sombra convida a um passeio pedestre com percurso de cerca de 5 km, partindo do Porto de Pesca, Portinho do Canal em Vila Nova de Milfontes, no qual se real de reconhecimento das comunidades vegetais do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. O percurso será guiado por investigadores da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa que o conhecem à perfeição e focará as principais cambiantes de habitat que caracterizam o Parque Natural: arribas, dunas, charnecas litorais e charcos temporários. A iniciativa conta com a colaboração do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina) e da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, e com o apoio do Município de Odemira.

O 12.º Festival de Música Sacra do Baixo Alentejo – Terras Sem Sombra, este ano alusivo ao tema “Torna-Viagem: o Brasil, a Africa e a Europa (da Idade Média ao século XX), decorre até ao mês de junho com um total de 8 concertos e saídas de campo, em municípios do Baixo Alentejo: Almodôvar (27 de fevereiro), Sines (12 de março), Santiago do Cacém (2 de abril), Ferreira do Alentejo (16 de abril), Odemira (7 de maio), Serpa (21 de maio), Castro Verde (4 de junho), o encerramento está agendado para Beja (18 de junho).

Deixar uma resposta

Share This