Odemira: Processo de desassoreamento da Foz do Rio Mira está em consulta pública

2

O processo de transposição de sedimentos da foz do rio Mira para reforço do cordão dunar da praia da Franquia, em Vila Nova de Milfontes, encontra-se em fase de em consulta pública, a decorrer desde o dia 17 de julho e até 13 de agosto de 2015.

Decorrida a fase de avaliação de impacte ambiental, da responsabilidade da Agência Portuguesa de Ambiente, e declarada a conformidade do Estudo de Impacte Ambiental do projeto, é agora iniciada a respetiva consulta pública.

O projeto é promovido no âmbito do Programa POLIS Litoral Sudoeste – Sociedade para a Requalificação e Valorização do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

O desassoreamento da foz do rio Mira e para reforço do cordão dunar da praia da Franquia são fundamentais do ponto de vista ambiental e económico para Vila Nova de Milfontes, “Há muitos anos que consideramos esta intervenção indispensável, porque a mais-valia que a praia representa para Vila Nova de Milfontes é muito grande, tanto do ponto de vista económico como ambiental. Por outro lado, há a questão da navegabilidade do rio, que está condicionada e é fundamental”, defende José Alberto Guerreiro, Presidente da Câmara Municipal de Odemira.

Discussão2 comentários

  1. por aquilo que conheço acho que já devia ter sido feito á muito tempo,,á mais de 70 anos que o rio não é dragado.deixem-se de borucraçias e façam isso.

Deixar uma resposta

Share This