Património gastronómico local esteve em destaque no Festival “Sabores da Lagoa, do Mar e da Terra”

0

Saborear a tradição com pratos confecionados com produtos locais foi a proposta do 4.º Festival Gastronómico – Sabores da Lagoa, do Mar e da Terra que decorreu na Lagoa de Santo André, Concelho de Santiago do Cacém, nos dias 26, 27 e 28 de outubro. A iniciativa é organizada pela Junta de Freguesia de Santo André com o apoio da Câmara Municipal de Santiago do Cacém  

Segundo o Presidente da Junta de Freguesia de Santo André, David Gorgulho, a iniciativa “pretende projetar, cada vez mais, a Freguesia e o nosso Litoral Alentejano bem como as suas gentes e tradições. O nosso património gastronómico local é um motivo de orgulho e constitui um importante ativo económico e turístico que devemos promover e potenciar”. O Festival pretende igualmente apoiar a restauração local em época baixa.

Na edição 2018 os sabores do mar estiveram a cargo da tainha da Lagoa que foi a rainha nas sopas de tomate, nas pataniscas e até mesmo na bolonhesa e no caril. Mas as opções passaram também pelo choco frito, de massinha ou de feijoada, o famoso ensopado de enguias ou as deliciosas enguias fritas e a tradicional massinha de peixe. Quanto a sabores da terra as propostas foram do pato estufado com batata-doce ao leitão assado em forno de lenha, da cabidela ao porco no espeto, para além dos queijos e enchidos. Os restaurantes aderentes apostaram em novas combinações de sabores assim como em pratos vegetarianos.   

Durante o Festival, para além da gastronomia, as tardes e as noites foram sempre animadas com os habituais bailaricos e momentos marcados pela música popular, aos visitantes foi também proporcionado um espaço de exposição e venda de licores, doces e frutas de produtores locais.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This