Região: Autarcas do Litoral Alentejano reivindicam melhorias nas acessibilidades

0

Os autarcas dos cinco municípios de Litoral Alentejano reuniram, no dia 2 de junho, com o Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins, a propósito de um conjunto de preocupações a que urge dar resposta nas acessibilidades rodoviárias e ferroviárias na região, reivindicadas pelos autarcas de Odemira, Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines.

Os autarcas pretenderam alertar para os graves constrangimentos das acessibilidades no litoral alentejano, exigindo a continuação dos estudos do IC4 e obras de requalificação do IC1 e do IP8.

No caso concreto das infraestruturas rodoviárias do concelho de Odemira, o autarca José Alberto Guerreiro solicitou intervenções urgentes na ER 266, que liga Luzianes-Gare ao limite dos distritos de Beja e de Faro, bem como na EN 120.

Também a questão das acessibilidades pedonais ao longo da EN 120, entre Baiona e S. Miguel, e na EN 393, entre Brunheiras e Vila Nova de Milfontes, foram abordadas pelo autarca de Odemira, com o objetivo de salvaguardar a segurança do considerável número de peões que circulam naquelas estradas nacionais.

Relativamente à rede ferroviária, mais uma vez, foram expostos os pontos de vista e preocupações dos autarcas devido à urgência na continuação da linha Sines/Espanha, bem como da necessidade urgente da reabertura das estações encerradas na linha do sul e reativação do comboio regional entre Faro e Setúbal, essencial às populações do interior da região nas ligações intermodais.

Os autarcas informaram o governante que estão a elaborar um Plano Intermunicipal de Mobilidade, que pelo diagnóstico já elaborado aponta na urgência de medidas integradas, cujo investimento urge programar no atual quadro de financiamento comunitário.

Deixar uma resposta

Share This