Região: Pedro Velosa e Pedro Mello Breyner desistem do Dakar a conselho da equipa médica

0

A dupla Pedro Mello Breyner e Pedro Velosa, piloto de Ermidas-Sado, encerrou de forma algo abrupta a sua participação na 40ª edição do Rali Dakar, naquela que estava a ser a estreia portuguesa na categoria SSV.

Aos comandos do Yamaha YXZ 1000 R nº 370 da Cat Racing, a formação lusa que tinha sido a 4.ª mais rápida entre os SSV na etapa inaugural sofreu um daqueles acidentes típicos do Dakar.
“Vínhamos a rolar bem com todas as cautelas quando, numa duna alta, o nosso Yamaha tombou. O helicóptero que estava por perto percebeu que tínhamos tido um acidente e parou de imediato.

Eu tinha-me agarrado ao volante e não tive nada, mas o Pedro estava a queixar-se das costas. Depois de examinado pelos médicos estes entenderam que era melhor ele ser examinado no hospital e nesse sentido fomos evacuados”, explica Pedro Mello Breyner que acrescenta:

“Numa prova como esta, dura e difícil a última coisa que podemos é ir contra um conselho médico. Por muito que o nosso desejo fosse continuar a saúde está em primeiro lugar.

O principal problema que o Yamaha teve foi ter ficado com três dos pneus fora da jante. Seguramente que perderíamos algum tempo, mas não era nada que não se resolvesse.

Temos muita pena de terminar esta aventura mais cedo, mas tudo tem limites e não podemos brincar com a saúde”, afirmou Pedro Mello Breyner depois de, no hospital, ter sido feito um Raio X a Pedro Velosa que nada acusou em termos de fraturas.

A equipa terá agora pela frente um longo e complicado processo de tratar do resgate do seu Yamaha e de organizar o regresso de toda a equipa a Portugal.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This