Santiago do Cacém: Câmara instala computadores com Internet em todas as salas do Pré-Escolar

0

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém concluiu, esta semana, a instalação de computadores com ligação à Internet em todas as salas do Pré-Escolar do Município. Foi disponibilizado um computador por sala de aula, num total de 26 equipamentos.

Álvaro Beijinha, Presidente da CMSC, congratula-se com mais este passo no âmbito da modernização das rede escolar do Município e recorda que “a Educação é uma prioridade para a Câmara Municipal”. Neste caso em particular, a autarquia vai mesmo “além daquilo que está estipulado por lei, pois não é obrigação das Câmaras prestar apoio ao Pré-Escolar”.

Com efeito, além dos computadores com ligação à Internet, os apoios ao Pré-Escolar ocorrem também no âmbito da Ação Social, algo que tem sido uma opção da CMSC ao longo dos anos. “Mantivemos essa premissa para este ano letivo, atribuindo um valor de 25 euros para as crianças do escalão A e de 12,5 euros para as crianças do escalão B. Estamos ainda a dotar, com ar condicionado, todas as salas de aula do Pré-Escolar e do 1º ciclo. Grande parte ficou já resolvida em 2016 e este ano vamos equipar as restantes”.

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém continua também a manter a aposta no Componente de Apoio à Família, no Pré-Escolar. Álvaro Beijinha realça que este serviço, prestado por funcionárias da CMSC, é disponibilizado “de forma totalmente gratuita”, considerando esta medida “um importante apoio para os pais na articulação dos seus horários de trabalho, podendo assim deixar os seus filhos nos estabelecimentos escolares ainda antes da chegada e depois da saída das educadoras”, considerando mesmo a gratuitidade do serviço e esta flexibilização de horários como “um incentivo à natalidade” no âmbito local.

Álvaro Beijinha recorda ainda o investimento anual de “500 mil euros nos transportes escolares e de 230 mil euros refeições das crianças”, que atestam a forte aposta do Município na Educação, numa fase em que decorrem importantes intervenções ao nível das infraestruturas escolares, “como é o caso da escola nº3, em Vila Nova de Santo André, estando previsto para 2017 o arranque das obras de requalificação da escola de Ermidas-Sado e da escola nº 4 de Vila Nova de Santo André”.

Deixar uma resposta

Share This