Santiago do Cacém: Despiste de mota provoca um morto perto do Cercal do Alentejo

0

Um homem de 39 anos morreu nesta madrugada de sábado, na sequência do despiste da mota que conduzia perto do Cercal do Alentejo, no concelho de Santiago do Cacém.

O acidente ocorreu cerca das 3 horas da madrugada, numa zona de curvas, ao quilómetro 71 da Estrada Nacional 120, que liga Sines ao Cercal do Alentejo.

O local é conhecido como as curvas da Casa Velha, fica a cerca de cinco quilómetros do Cercal do Alentejo no sentido de Sines.

O alerta foi dado por uma ambulância dos bombeiros do Cercal do Alentejo que passava no local aquela hora da madrugada.

Segundo Vítor Tomaz, Comandante dos Bombeiros do Cercal do Alentejo, “quando os bombeiros chegaram ao local a vitima estava afastada da mota vários metros e apresentava ferimentos graves, os bombeiros realizaram manobras de reanimação com a ajuda da equipa da VMER mas já nada havia a fazer”.

O óbito foi confirmado no local e o corpo foi transportado para o Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém.

Devido á violência do despiste, o corpo foi arrastado vários metros sofrendo lesões graves que lhe provocaram a morte.

Luís Miguel Calado é natural de Sines, onde vivia e regressava a casa depois de ter participado num encontro motar que decorreu no Cercal do Alentejo.

O homem trabalhava numa empresa do complexo industrial de Sines, era divorciado e deixa um filho menor.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou que foram mobilizados para o local os bombeiros do Cercal do Alentejo e a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), além da GNR, num total de 11 operacionais e quatro viaturas.

 

Deixar uma resposta

Share This