Santiago do Cacém: Evocação a Zeca Afonso terminou no passado sábado com casa cheia

0

Os espetáculos de homenagem a José Afonso registaram sempre “casa cheia” nos dias 3 e 4 (no auditório da ESPAM em Vila Nova de Santo André e no AMAC em Santiago do Cacém, respetivamente), e no  Auditório Municipal António Chainho (AMAC), no dia 11 de março, sempre com a presença de um público entusiasta e participativo.

A evocação assinalou os 30 anos do desaparecimento do cantor e celebrou nestes dias a vida e a grandiosidade da obra de uma figura marcante do século XX em Portugal.

Com o mote “Tenho barco, tenho remos”, o último espetáculo em Santiago do Cacém juntou o Coral Atlântico, o Coral do Clube Galp Energia, o Coral Harmonia e o Quarteto “Comboio Descendente”.  Ana Zorrinho disse poemas de José Afonso. Poemas não musicados, muitos deles pouco divulgados junto do público.

A Evocação de José Afonso – 30 anos teve organização tripartida da AJAGATO,  Quadricultura e  Associação José Afonso, com o apoio, entre outras entidades, da Câmara Municipal de Santiago do Cacém.

Recorde-se que nos dois primeiros espetáculos passaram pelos palcos do Auditório da ESPAM e do AMAC nomes como Francisco Fanhais, João Afonso, Filipa Pais, Zeca Medeiros e João Pedro Pais.

Deixar uma resposta

Share This