Santiago do Cacém: Utentes dizem ser “inadmissível” fecho da Segurança Social

0

A Comissão de Utentes dos Serviços Públicos de Santiago do Cacém, considerou hoje “inadmissível” o encerramento do serviço de atendimento da Segurança Social na cidade alentejana, exigindo a reabertura urgente da repartição.

“A Segurança Social ao saber e identificar o problema que levou ao encerramento do serviço (degradação do edifício), deveria ter encontrado uma alternativa atempada, ao invés de ter desde logo encerrado as instalações”, critica a comissão de utentes, num comunicado enviado à agência Lusa.

Uma parte do teto do edifício onde funcionava o serviço de atendimento da Segurança Social, em Santiago do Cacém, caiu no dia 14 deste mês, o que levou ao encerramento da repartição no próprio dia.

A comissão exige a reabertura do serviço “com a máxima urgência”, argumentando ser “insustentável que os utentes tenham que se deslocar a mais de 30 quilómetros para aí resolver os diversos assuntos relacionados com a Segurança Social”.

Os representantes dos utentes criticam ainda que os serviços da Segurança Social tenham sido encerrados “sem qualquer aviso ou informação prévia”.

Deixar uma resposta

Share This