Seleção de andebol apela ao apoio no jogo contra a Rússia

0

A Federação de Andebol de Portugal e a Câmara Municipal de Sines promoveram ontem, 23 de maio, na Escola Secundária Poeta Al Berto, uma antevisão do jogo da seleção nacional feminina de andebol com a congénere da Rússia a disputar no Pavilhão Multiusos de Sines.

A sessão foi composta por três momentos: assinatura de protocolo de colaboração entre a federação e a autarquia, anúncio das jogadoras convocadas para os próximos dois jogos da seleção e interação dos representantes da seleção com os alunos do curso profissional Técnico de Desporto da escola.

O jogo a realizar em Sines, no dia 31 de maio, às 17h00, com entrada livre, está integrado na fase de qualificação para o próximo campeonato da Europa.

A adversária de Portugal é a atual campeã olímpica, formada na totalidade por jogadoras profissionais, pelo que este jogo se reveste de elevado grau de dificuldade.

O mesmo foi reconhecido pelo selecionador nacional, Ulisses Pereira, que vê nesta partida uma oportunidade para “ajudar a crescer” uma seleção portuguesa muito jovem, mas com grande potencial.

Explicando a disponibilidade da autarquia para o acolhimento deste jogo em Sines, José Arsénio, vereador do Desporto, referiu que, depois de o Multiusos ter recebido jogos de alto nível de futsal, basquetebol e voleibol, o andebol “era a modalidade que faltava no projeto de desenvolvimento desportivo da Câmara Municipal de Sines”.

Para Juliana Sousa, vice-presidente da Federação de Andebol de Portugal e considerada a melhor jogadora de andebol portuguesa de sempre, esta será uma “oportunidade para divulgar a modalidade no distrito de Setúbal”.

No distrito e, particularmente, em Sines, uma cidade com “tradição no andebol”, como salientou Joaquim Queiroga, presidente da Associação de Andebol de Setúbal, elogiando o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo Andebol Clube de Sines.

No período de perguntas dos alunos, a principal interpelada foi a capitã da seleção nacional, Bebiana Sabino, que explicou o seu percurso na modalidade e o percurso desta seleção, onde a prioridade é “evoluir de jogo a jogo” e ter uma boa prestação, como a que teve no jogo realizado em casa deste mesmo adversário.

No final da sessão, a capitã deixou um apelo aos alunos presentes e a toda a população de Sines: vão em força ao Pavilhão Multiusos apoiar a seleção.

Deixar uma resposta

Share This