Sines: Ana Paula Vitorino apresenta Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária para os próximos dez anos

0

O Porto de Sines foi palco da sessão de apresentação da Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária – Horizonte 2016-2026, por parte da Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, na manhã do dia 19 de dezembro.

O Primeiro-ministro, António Costa, presidiu à sessão, que contou ainda com a presença do Ministro-adjunto, Eduardo Cabrita, o Secretário de Estado das Pescas, José Apolinário, o Secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme d’Oliveira Martins e a Secretária de Estado Adjunta do Primeiro Ministro, Mariana Vieira da Silva.

Perante uma plateia repleta, que reuniu as autoridades e os principais players públicos e privados do setor marítimo portuário, António Costa realçou a importância dos portos portugueses enquanto impulsionadores da economia, enaltecendo a visão estratégica da Ministra do Mar que, há dez anos, enquanto Secretária de Estado dos Transportes, traçou um ambicioso plano de desenvolvimento para o setor portuário para a década de 2006-2016, com resultados que ultrapassaram largamente as metas estabelecidas, pese embora algumas contrariedades.

Desta feita, a Ministra do Mar apresentou a Estratégia para o Aumento da Competitividade Portuária para os próximos dez anos, assente em três objetivos, que visam adequar os portos à crescente procura e aumento da dimensão dos navios, ao reforço das ligações ao hinterland, à melhoria das condições de operacionalidade e à criação nos portos de plataformas de aceleração tecnológica e de novas competências.

O cumprimento destes objetivos resultará num aumento de 88% no volume total de carga movimentada nos portos nacionais e de 200% no que diz respeito à carga contentorizada, prevendo-se a criação de cerca de 12.000 novos postos de trabalho até 2030.

Neste âmbito, a aposta em Sines, com um investimento que rondará os 670M€, centra-se no incremento da carga contentorizada, através da expansão do Terminal XXI, com a construção da sua 3.ª fase, bem como ao desenvolvimento de um novo terminal de contentores, designado por Terminal Vasco da Gama. Com a concretização destes projetos, o porto verá o seu volume de carga movimentada crescer cerca de 130%.

De lembrar que, enquadrado no Plano de Investimentos em Infraestruturas Ferrovia 2020, apresentado pelo Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, o Porto de Sines beneficiará do desenvolvimento do Corredor Internacional Sul (Sines-Caia-Madrid), que, conforme o Primeiro-ministro destacou, terá o seu início de construção em 2017, assegurando uma ligação eficiente e competitiva para o fluxo de mercadorias do hinterland espanhol.

Deixar uma resposta

Share This