Sines: Benfica vence Oliveirense e ergue pela sexta vez Taça Hugo dos Santos de basquetebol

0

O Benfica venceu hoje a Oliveirense, por 99-85, e conquistou a sua sexta Taça Hugo dos Santos de basquetebol do seu historial, cumpridas nove edições da competição.

Os ‘encarnados’ confirmaram que Sines é uma cidade-talismã pois, além de terem conquistado nesta localidade a Supertaça, frente ao CAB Madeira, agora conseguiram arrebatar o segundo troféu da temporada.

O poste norte-americano Raven Barber, do Benfica, acabou por ser eleito o jogador mais valioso (MVP) da final, ao registar 15 pontos, sete ressaltos e 100% (6/6) de lançamentos de dois pontos.
As ‘águias’ assumiram o controlo da partida, atuando em ‘campo aberto’ e conseguindo converter 31 pontos em apenas 10 minutos, numa exibição em que seguiu a filosofia de jogo defendida pelo seu técnico, José Ricardo Rodrigues, curiosamente um ex-treinador da Oliveirense.

A primeira parte concluiu-se com o Benfica a ostentar uma invulgar percentagem de lançamentos triplos (6/7, 85,7%) e de dois pontos (13/16, 81,3%), uma elevada eficácia que desorientou a turma de Oliveira de Azeméis.

Daí a confortável vantagem dos ‘encarnados’ registada ao intervalo (53-39), que obrigava a Oliveirense a correr atrás do resultado.

A Oliveirense reentrou disposta a anular o avanço do Benfica no marcador, com zona ‘pressing’ para encurtar a diferença.

Mas os jogadores benfiquistas, muito concentrados, lograram conservar a vantagem de 14 pontos (75-61) no final do terceiro período, idêntica à verificada ao intervalo.

A mesma diferença manteve-se no final (99-85), confirmando o domínio coletivo na luta das tabelas, com 27 ressaltos conquistados, contra apenas 13 do seu opositor.

Jogo realizado no Pavilhão Multiusos de Sines.
Benfica-Oliveirense: 99-85.
Ao intervalo: 53-39.
Equipas:
– Benfica: Nuno Oliveira (7), José Silva (2), João Soares (17), Antywane Robinson (17) e Raven Barber (15). Jogaram ainda: Jesse Sanders (8), Carlos Andrade (13), Carlos Morais (5) e Tomás Barroso (15).
Treinador: José Ricardo Rodrigues.
– Oliveirense: José Barbosa (7), Travante Williams , James Ellisor (9), Arnette Hallman (21) e Eric Coleman (15). Jogaram ainda: João Balseiro (20), Luka Nikolic (3), João Guerreiro (8), João Abreu (2) e Renato Azevedo.
Treinador: Norberto Alves.
Marcha do marcador: 31-20 (10 minutos), 53-39 (20), 75-61 (30) e 99-85 (final do jogo).
Árbitros: Sérgio Silva, Paulo Marques e Pedro Rodrigues.
Assistência: cerca de 650 espetadores.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This