Sines: Câmara reedita primeira monografia do concelho

0

A partir de 24 de novembro, Dia do Município de Sines, está à venda no Centro de Artes de Sines a terceira edição de “Breve Notícia de Sines”, a primeira monografia sobre o concelho, escrita por Francisco Luís Lopes, cujo bicentenário do nascimento se assinala em 2016.

“Breve Notícia de Sines” foi publicada em 1850, por Francisco Luís Lopes, um médico filantropo e amante da literatura algarvio estabelecido no concelho entre 1847 e 1869.

Com base em documentos da Câmara Municipal de Sines, em entrevistas e nas observações do autor, “Breve Notícia de Sines” faz um retrato económico, social, político e humano do concelho e traz às elites locais da altura a recordação de Vasco da Gama como natural de Sines.

Os elementos biográficos sobre Francisco Luís Lopes foram reunidos por João Madeira, na segunda edição da obra, em 1985.

Francisco Luís Lopes nasceu em Faro em 21 de julho de 1816. Frequentou o seminário de Faro, até se alistar, com 17 anos, no exército, como voluntário. Em 1839 entrou na Escola Médico-Cirúrgica do Porto, e concluiu o curso na Escola de Lisboa, em 1845. Em 1847 chegou a Sines, onde exerceu medicina até à sua morte.

Em 1856, tornou-se muito querido entre os habitantes de Sines. Segundo o Padre Macedo e Silva, na obra “Annaes do Município de Sant’Iago do Cacem”, Francisco Luís Lopes teve um papel muito relevante na contenção de uma epidemia de cólera e tornou-se um herói da cidadania e da intervenção cívica.

A terceira edição de “Breve Notícia de Sines”, com 1000 exemplares, é a primeira com a ortografia atualizada.

A introdução de João Madeira constante da 2.ª edição volta a ser publicada nesta 3.ª edição, também numa versão atualizada.

 

Deixar uma resposta

Share This