Sines: CDU votou contra a Prestação de Contas de 2015

0

A CDU – Coligação Democrática Unitária votou contra a Prestação de Contas de 2015, por não concordar com a politica seguida pelo executivo liderado pelo Partido Socialista.

A CDU emitiu um comunicado onde considera que o executivo municipal liderado pelo Partido Socialista “devia ter gasto o orçamento prioritariamente no desenvolvimento qualitativo do território, das infraestruturas e serviços de abastecimento de água, de saneamento básico e de resíduos urbanos, na renovação da rede viária municipal mais degradada, no progresso da situação laboral dos trabalhadores da Autarquia, na requalificação do mercado municipal, na renovação indispensável do parque de máquinas e viaturas municipal, na resolução efetiva dos problemas ambientais de origem urbana e industrial, na diminuição da divida que se tem as associações e coletividades, na promoção ativa de uma solução, definitiva e sustentável, para os animais domésticos errantes, ou ainda na concretização de avanços substantivos no desenvolvimento do novo Plano Diretor Municipal e na consequente resolução dos problemas que afetam o desenvolvimento dos aglomerados populacionais rurais do Concelho, entre muitos outros. Genericamente, a execução de Receita não foi colocada ao serviço da promoção e do fomento do Município de Sines”.

No mesmo comunicado, a CDU acrescenta que “com a justificação já gasta da pesada herança, o aumento da despesa surge, quase apenas e só, em nome do suposto equilíbrio das contas e do pagamento do PAEL, ou seja, vende-se património e contrai-se novos empréstimos quase apenas para pagar velhas dívidas e velhos empréstimos”.

Os comunistas consideram que Sines está “perante uma gestão paralisada e sem soluções, refém da dívida, sem, contudo, esboçar a tentativa para corrigir os deficit estruturais da câmara tanto técnicos como humanos que servirão no futuro próximo para responder às necessidades e aspirações dos sinienses”.

Deixar uma resposta

Share This