Sines: Ecoslopes preocupa população da cidade de Sines

0

A empresa Ecoslopes é apontada pela população como a responsável pelos maus cheiros que são sentidos na zona norte da cidade de Sines, uma situação que segundo alguns moradores está a “tornar-se insuportável”.

Alguns populares ouvidos pela Rádio Sines explicaram que, “há dias em que não se podem abrir as janelas já que os cheiros são insuportáveis”.

Este assunto foi debatido na última Assembleia Municipal onde o Presidente da Câmara Municipal de Sines explicou que a empresa se comprometeu a “realizar no inicio de 2017 os investimentos necessários para resolver a situação”.

A Rádio Sines tentou ouvir a empresa o que não foi possível.

A Ecoslops Portugal tem o exclusivo da recolha dos óleos residuais gerados pelos navios de carga no Porto de Sines, por via de uma subconcessão contratada com a Companhia Logística de Terminais Marítimos (CLT), do grupo Galp Energia, concessionária do terminal de granéis líquidos.

Os óleos residuais, denominados ´slops`, são produzidos quer devido ao armazenamento e utilização de combustível para o funcionamento dos navios, quer, no caso dos cargueiros de granéis líquidos, dos resíduos de produtos (crude e refinados, entre outros) que ficam nos tanques.

Na fábrica de Sines, após a separação dos `slops` em água, sedimentos e hidrocarbonetos, estes últimos são submetidos a um processo que os transforma em combustível naval.

As instalações em Sines, representaram um investimento de cerca de 17 milhões de euros, com uma comparticipação de 6,2 milhões de euros por fundos comunitários.

 

Deixar uma resposta

Share This