Sines: Exposição sobre São Torpes ultrapassou os 50 mil visitantes em Lisboa

0

A exposição “Memórias da Praia de S. Torpes”, patente no Museu Nacional de Arqueologia, Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, está a ser um grande sucesso. Em novembro, o número total de visitantes ultrapassava já os 50 mil e houve dias em que mais 1500 pessoas quiseram conhecer a história de uma das praias portuguesas mais ricas em património cultural.

A praia de São Torpes é um lugar destacado na história da arqueologia portuguesa, desde que, no dia 7 de junho de 1591, aí foi escavado um monumento funerário tido como o túmulo deste mártir dos primeiros tempos do Cristianismo.

O cuidado posto na descrição dos trabalhos, do sítio e dos objetos encontrados, assim como no acondicionamento, transporte e posterior exposição aos devotos das relíquias fazem deste um dos mais importantes momentos percursores da arqueologia portuguesa.

Ao longo dos tempos por ali passaram alguns dos mais importantes arqueólogos portugueses, mantendo vivo o interesse pelo local, ao mesmo tempo que se iam descobrindo outros valores únicos daquela costa: as suas jangadas de canas, a paisagem com os seus diversos ecossistemas (integrada no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina), o património imaterial e até o industrial.

A exposição é uma parceria entre o Museu Nacional de Arqueologia / Direção-Geral do Património Cultural e o Museu de Sines / Câmara Municipal de Sines. Tem o apoio da EDP Produção no âmbito do programa Tradições Locais e Regionais.

O Museu Nacional de Arqueologia está aberto de terça a domingo, entre as 10 e as 18 horas.

 

Deixar uma resposta

Share This