Sines: Galandum Galundaina e homenagem a José Afonso no 25 de Abril

0

O município de Sines e as coletividades e instituições do concelho assinalam os 41 anos da Revolução dos Cravos com um programa de iniciativas culturais, desportivas e protocolares.

O programa das comemorações começa no dia 23 de abril, às 21h30, no Centro de Artes de Sines, com a projeção de“Outro País”, documentário de Sérgio Tréfaut que mostra a Revolução Portuguesa (1974-75) vista através dos olhares de alguns dos mais importantes fotógrafos e cineastas que a testemunharam. Entrada gratuita mediante reserva.

No dia 24 de abril, no exterior da Casa Preta do Centro de Artes, tem início uma intervenção do artista urbano Skran em homenagem visual a um poeta ligado a Sines. A intervenção, designada “Da Parede um Poema”, prolonga-se pelo dia 25.

Às 16h00 de dia 24, a Arte Velha – Associação de Artesãos de Sines inaugura, na sua sede, uma exposição de trabalhos sobre o mar e a pesca, patente até 30 de abril.

Ainda no dia 24, às 20h00, realiza-se uma caminhada noturna pela cidade de Sines. A concentração dos participantes tem lugar no Jardim das Descobertas. Inscrições no Pavilhão dos Desportos, até 23 de abril.

Às 23h00 de dia 24, no Largo Poeta Bocage, realiza-se um concerto pelo grupo mirandês Galandum Galundaina, que muito tem contribuído para renovar a música de raiz tradicional portuguesa. Trata-se de um espetáculo organizado pela Escola das Artes do Alentejo Litoral, integrado nas comemorações do 7.º aniversário da escola e associado às comemorações do 25 de Abril. Inclui fogo preso no Castelo. Após concerto: DJ Set Carlos Seixas & Artur Chainho.

A cerimónia do hastear da bandeira abre o programa de iniciativas no dia 25 de Abril, às 10h00, nos Paços do Concelho, com a presença da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Sines e da Filarmónica da SMURSS e solta de pombos pela Sociedade Columbófila Vasco da Gama.
A Sessão Solene da Assembleia Municipal de Sines comemorativa dos 41 anos do 25 de Abril acontece às 11h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Com sessões às 9h30 e 15h30 de dia 25, o 3.º Torneio de Natação do Litoral Alentejano, na Piscina Municipal Carlos Manafaia, é uma organização do Clube de Natação do Litoral Alentejano.
A “Sines Expoclássicas 2015”, exposição de motociclos clássicos e atividades paralelas, uma iniciativa do Vespa Clube Alentejo Litoral, é inaugurada às 15h00 de dia 25, no Pavilhão da Junta de Freguesia de Sines, na ZIL 2. Prolonga-se até 30 de abril.

Mantendo-nos no dia 25, voltamos ao Largo Poeta Bocage às 17h00 para assistir a uma revisitação do repertório de abril pela marimba de Márcio Pinto e pela viola d’arco de Bruno Silva. “Canções de Abril” é um concerto organizado pela Escola das Artes do Alentejo Litoral.

Às 22h00 de dia 25, no Centro de Artes de Sines, realiza-se o espetáculo “José Afonso – O Canto da Utopia”, viagem intimista pela vida e obra poética e musical do génio da música popular portuguesa. Apresentado por Eduardo M. Raposo, a partir das palavras de José Afonso, conta com temas interpretados por Francisco Naia, acompanhado por Ana Pereira Neto (voz) e pelos músicos José Carita (guitarra clássica), Edmundo Silva (baixo acústico) e Ricardo Fonseca (guitarra clássica e viola campaniça). Entrada gratuita mediante reserva.

Para o dia 26 de abril estão programadas duas iniciativas. Às 14h30, a Santa Casa da Misericórdia abre o seu salão social à comunidade para um concerto pelo Coral Atlântico, formação da Associação dos Serviços Sociais, Culturais e Desportivos dos Trabalhadores das Autarquias de Sines. Às 19h00, há dança contemporânea no Centro de Artes de Sines, com o espetáculo “Cinemateca”, um solo de Bruno Alexandre inspirado no cinema (bilhete: 5 euros).

As comemorações incluem três atividades específicas para as escolas. A Junta de Freguesia de Sines, através do ATL “A Gaivota”, organiza, entre 20 e 30 de abril, ateliês de expressão plástica e hora do conto para alunos do pré-escolar e 1.º ciclo do ensino básico. O Arquivo Municipal, associado ao Serviço Educativo Cultural do CAS, convida os alunos do 1.º ciclo a escrever-lhe cartas sobre o 25 de Abril na iniciativa “25 de Abril… E Depois!”. Os alunos mais crescidos, entre o 4.º ano do 1.º ciclo e o 3.º ciclo, podem elaborar apresentações ou vídeos sobre a herança de Abril que o Arquivo colocará no seu site (atividade “Apresentar Abril”).

Durante as comemorações, todos os munícipes e visitantes que passem pelo espaço exterior do Centro de Artes de Sines poderão ver um texto de liberdade, escolhido pela Biblioteca Municipal, que nos recorda a Revolução e os seus valores (“Do Chão Brotam Palavras”).

Deixar uma resposta

Share This