Sines: “Open Surf” em São Torpes com balanço positivo

0

Manuel João (OPEN), Rodrigo Almeida (SUB-16), Concha Balsemão (OPEN FEMININO) e Diogo Brasil (SUB-12), foram os grandes vencedores do OPEN SURF que se realizou no último fim de semana, no Pico Loco, em São Torpes.

Organizada pelo Sines Surf Clube, a competição beneficiou das condições favoráveis que Neptuno ‘ofereceu’ no segundo dia da prova, domingo, com um swell épico e ondas de dois metros a puxar pela veia competitiva de todos os surfistas em prova.

No primeiro dia, 28 de novembro, as condições do mar não foram as mais favoráveis e a organização optou por avançar com a categoria sub-12, escalões feminino e masculino, com destaque para os surfistas Diogo Brasil (Playsurf) e Concha Balsemão (Portimão Surf Clube).

No domingo, segundo dia da prova, confirmaram-se as previsões meteorológicas e o mar de São Torpes mostrou-se em todo o seu esplendor com um swell que ajudou ao espetáculo dentro de água. O destaque foi para os surfistas locais, Rodrigo Almeida (SUB-16) e Manuel João (OPEN) que saíram vencedores nas respetivas categorias.

O evento mostrou mais uma vez que a região do Litoral Alentejano também marca pontos no panorama do surf nacional.

“Podemos fazer um balanço positivo do Open de Surf. Foi com muito esforço que o Sines Surf Clube voltou à praia e realizou esta competição, mas no final tudo correu bem, a organização e todos os voluntários estiveram à altura dos desafios. A prova teve muito público a assistir e a qualidade superou as nossas expetativas com treinadores, jornalistas e atletas a deixaram a clara ideia de que gostaram e querem regressar a Sines”, adiantou Carlos Santos, presidente do Sines Surf Clube (SSC).

Participaram nesta prova cerca de 60 atletas, distribuídos pelas várias categorias: Masculino e Feminino, SUB-12, SUB-16 e OPEN.

“A prova serviu para demonstrar a todas as entidades que temos vontade e capacidade de entrar numa competição da Federação Portuguesa de Surf e já recebemos contactos no sentido de sermos inseridos, em 2016, numa prova do circuito regional que vai apurar os melhores surfistas que vão competir numa final nacional”, revelou.

 

 

 

 

Deixar uma resposta

Share This