Sines: Polícia Judiciária esclarece alegado roubo e sequestro

0

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, foi confrontada, no passado dia 31 de agosto, com uma situação suscetível de integrar a eventual prática dos crimes de roubo e sequestro.

A suposta vítima, um homem de 33 anos de idade, cujo desaparecimento havia sido comunicado as autoridades dois dias antes, localizada na zona de Sines, e após ter recebido tratamento hospitalar, afirmou ter sido abordada, quando passeava de bicicleta numa zona rural, nos arredores da sua residência, por dois indivíduos encapuzados, que a ameaçaram, agrediram e manietaram, colocando-lhe fita adesiva nos pulsos e tornozelos, abandonando-a após a retirada de alguns pertences.

No entanto, a investigação prontamente desencadeada permitiu demonstrar que, afinal, a versão apresentada era integralmente falsa, pelo que se procedeu à constituição de arguido por simulação de crime.

A pessoa em causa, psicologicamente debilitada, terá inventado a ocorrência dos crimes de roubo e sequestro para justificar o corte que apresentava num dos pulsos e o seu desaparecimento, após tentativa infrutífera de por termo a vida.

Fonte: Policia Judiciária

Deixar uma resposta

Share This