Sines: “Santa Causa” esgota Auditório do Centro de Artes

0

O Auditório do Centro de Artes de Sines recebeu no sábado, dia 17 de setembro, a 3ª edição do Concerto “Santa Causa”.

Um espectáculo que à semelhança das edições anteriores, teve como propósito divulgar o trabalho desenvolvido pelo Grupo Coral da Misericórdia de Sines. Em ano de comemoração dos 500 Anos da Instituição, este Concerto pretendeu também celebrar a efeméride e proporcionar um espectáculo diferente à população de Sines.

O Grupo Coral da Misericórdia de Sines actuou sob orientação da maestrina e psicóloga da Instituição Eva Zambujo, e acompanhado ao piano e ao acordeão pela professora de música Eunice Silva. Do repertório apresentado fizeram parte músicas portuguesas, entre as quais, temas alusivos a Sines, músicas tradicionais alentejanas e marchas populares.

O Grupo Soul’s Voice, constituído por Carolina Mestre, Carolina Fragoso e Yara Silveira, três jovens de Sines, também participou no Concerto “Santa Causa”, actuando a solo e a acompanhar o Grupo Coral da Misericórdia. Miguel Fróis, enfermeiro na Santa Casa, foi outro dos intervenientes no Concerto acompanhando à viola o Grupo Coral, nesta noite especial. Delfina Fenty, uma jovem de 18 anos, natural de Cabinda, que reside numa das Casas Abrigo da Instituição também abrilhantou o espectáculo, mostrando ao público a sua qualidade vocal.

Além de dirigir o Grupo Coral, Eva Zambujo também cantou a solo, acompanhada por Eunice Silva ao piano e por dois professores da Escola de Artes do Alentejo Litoral: Rita Ramos no violoncelo e Caio Oshiro na viola de arco.

Os convidados especiais deste 3º Concerto “Santa Causa” foram os The Guest um grupo recente e inovador no panorama musical português. Este grupo, do qual fazem parte Adriano Diouf, Hugo Baptista, Pedro Rodrigues e Rúben Pires, apresentou cinco temas do seu repertório, que assenta numa fusão entre o pop clássico e a world music. A cantora lírica Sandra D’Andrade também participou no Concerto “Santa Causa”, acompanhando os The Guest num dos temas apresentados.

No final o público presente mostrou-se muito satisfeito com o espectáculo apresentado, dando por bem empregue o tempo despendido para assistir a cerca de duas horas de música ao vivo.

Deixar uma resposta

Share This