V.N. de Santo André: Autarcas exigem normalização imediata da circulação na ER261-5

0

Carlos Martins e Jaime Cáceres, Presidentes da Assembleia e da Junta de Freguesia de Santo André, marcaram ontem presença na Assembleia da República, em Lisboa, para uma audição da Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, dando seguimento a uma petição desenvolvida pela Assembleia de Freguesia de Santo André, para a conclusão das obras na ER261-5 / A26-1, que recolheu 1817 assinaturas.

Logo no início, o deputado André Silva (PAN), relator da Comissão, informou que o Governo comunicou à Assembleia da República que as obras na ER261-5 / A26-1 ficariam concluídas no dia 15 de fevereiro de 2017.

Perante este anúncio, Carlos Martins e Jaime Cáceres responderam que, face às movimentações de máquinas e equipamentos no terreno, não vislumbravam que tal fosse possível, até porque o Ministro da Tutela já tinha anunciado a conclusão das obras para o dia 31 de janeiro de 2017, situação que não se verificou.

Com efeito, os autarcas de Santo André exigiram a retirada imediata dos pinos e a normalização da circulação rodoviária nesta importante via, entre Vila Nova de Santo André e Sines, rejeitando também que a mesma seja classificada como autoestrada, devendo manter a classificação de ER261-5 e rejeitando ainda, por conseguinte, a inclusão de portagens nesta via, que representaria uma afronta para a população de Santo André.

Carlos Martins e Jaime Cáceres explicaram à Comissão que a Câmara Municipal de Santiago do Cacém e a Junta de Freguesia de Santo André, têm vindo a reivindicar ao Governo e à Infraestruturas de Portugal o trecho de via rápida entre os nós da Maria da Moita e de Vila Nova de Santo André, para que o mesmo possa ser incluído na malha urbana da cidade, possibilitando dessa forma a implantação de uma alameda que permita a ligação entre as zonas ocidental e oriental da Cidade.

O deputado André Silva apresentará o relatório completo da audição à Comissão num espaço temporal de três dias, que deverá depois analisá-lo e pronunciar-se.”

 

Deixar uma resposta

Share This