V. N. de Santo André: Junta arranca com o projeto “Arregaçar as mangas por Santo André”

0

A Junta de Freguesia de Santo André vai dar início, no dia 3 de fevereiro, a um novo projeto que visa unir, envolver e cativar a população local para a participação ativa e para a cidadania. “Arregaçar as mangas por Santo André” é o nome da iniciativa que visa ajudar a dar resposta a pequenos problemas no espaço público, como por exemplo na limpeza, pintura, ou pequenas reparações.

“Queremos que todos se sintam orgulhosos da sua terra e que a população contribua ativamente para a melhoria dos seus bairros e do espaço público em geral”, sublinha David Gorgulho, Presidente da Junta de Freguesia de Santo André. “Têm sido várias as pessoas que vêm ter connosco e que nos dizem que querem arregaçar as mangas pela nossa terra. Temos a responsabilidade de agregar todos estes cidadãos, de lhes proporcionar condições para esse trabalho voluntário e de estar ao lado deles. A vontade de ver Santo André a crescer e com um espaço público cada vez mais digno e que nos orgulhe, é algo que nos une a todos, independentemente das diferenças de pensamento e de opinião. As pessoas com quem temos falado sobre o projeto estão entusiasmadas e até ansiosas para que o mesmo tenha o seu início”.

A iniciativa ocorrerá nas manhãs do 1º e 3º sábado de cada mês, entre as 9h00 e as 13h00, em local a combinar, na cidade ou na zona rural, consoante a ação que estiver planeada. “Será um trabalho complementar àquele que a Junta e a Câmara fazem diariamente. É um importante reforço”, acredita o Presidente da Junta de Freguesia de Santo André, que destaca ainda “muitos cidadãos que, todos os dias, se preocupam e fazem algo pela melhoria da Freguesia a vários níveis”. David Gorgulho refere ainda que “estas ações serão importantes, também, para poder esclarecer as pessoas sobre vários assuntos que as preocupam”.

A Junta de Freguesia de Santo André será responsável pela planificação das ações, tornando-as públicas na semana anterior à sua realização. A Junta fornecerá o material de trabalho necessário, bem como coletes refletores para que os voluntários estejam identificados e disponibilizará ainda um dos seus trabalhadores para a orientação/auxílio nos trabalhos.

Deixar uma resposta

Share This