V.N. Santo André: Junta e população avançam para abaixo-assinado contra a divisão da Cidade

0

A Junta de Freguesia de Santo André e a população vão avançar, durante a próxima semana, com um abaixo-assinado contra a divisão da cidade, entre as zonas oriental e ocidental.

Por decisão do Governo, a partir de 2010, a ER261-5 passou a sofrer obras de requalificação, no intuito de ser transformada numa via com perfil de autoestrada, com a classificação “A26-1”. Já em 2016/2017, a fase final da intervenção  veio dividir, com rails e vedações várias, as zonas oriental e ocidental da cidade, não permitindo, desta forma, o atravessamento pedonal da via, situação que obriga os residentes a percorrer longas distâncias para aceder, por exemplo, às superfícies comerciais, ao mercado, ao centro de saúde, aos serviços da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal, à Escola Secundária, ao Complexo Desportivo, à igreja, entre outros, dificultando a mobilidade e a acessibilidade das pessoas e a sua qualidade de vida, com especial enfoque para um número significativo de crianças e idosos.

As principais reivindicações da Junta e da população passam pela classificação da via como ER261-5 (e não como A26-1), entre Vila Nova de Santo André e a rotunda da Barbuda, na Freguesia de Sines, mas também pela integração, na malha urbana da cidade, do trecho de via da ER261-5 entre os nós da Maria da Moita (Areias Brancas) e de Vila Nova de Santo André (rotunda oval), transformando-o em alameda, com circulação rodoviária limitada a 50 km/h e possibilitando o atravessamento pedonal da via.

Melhorar a qualidade de vida da população – altamente prejudicada pelas atuais condições – é o principal objetivo desde conjunto de reivindicações, que tem vindo a ser defendido junto do Governo e da Infraestruturas de Portugal, já há algum tempo, tanto pela Junta de Freguesia de Santo André, como pela Câmara Municipal de Santiago do Cacém, que entretanto também já se mostrou solidária e disponível para prestar todo o apoio nesta e noutras medidas que venham a ser adotadas.

Após uma reunião na passada semana com o Presidente da Junta de Freguesia de Santo André, Jaime Cáceres, em que estiveram presentes representantes de moradores – com especial enfoque para os Bairros da Atalaia e Pôr-do-Sol – ficou agendada outra reunião para a próxima terça-feira, para definir os termos do abaixo-assinado, que será submetido para aprovação na reunião do executivo da Junta na quinta-feira (23 de fevereiro). O documento será colocado em vários locais da freguesia a partir de sexta-feira e a JFSA apela a uma participação massiva da população, para que sejam dados passos decisivos tendo em vista o bem-estar de todas as pessoas e um significativo incremento na melhoria das acessibilidades e mobilidade dos cidadãos de Vila Nova de Santo André.

 

Deixar uma resposta

Share This