Alcácer do Sal decide contrair empréstimos para aproveitar fundos da UE

0

A Câmara de Alcácer do Sal (Setúbal) anunciou que vai contrair empréstimos, no valor de um milhão de euros, para financiar um Interface de Transportes e um Parque Urbano, comparticipados por fundos comunitários.

Segundo o município (CDU), as duas obras, que representam um investimento global de 4,4 milhões de euros e são comparticipadas em 85% por fundos da União Europeia, são consideradas “de grande relevância para o concelho e, em particular, para a cidade” de Alcácer do Sal, no litoral alentejano.

Com vista a cobrir o montante da verba não comparticipada pelos fundos comunitários, no valor de um milhão de euros, a autarquia decidiu contrair “empréstimos de médio e longo prazo” para “aproveitar os fundos comunitários” e financiar os dois investimentos.

Na mais recente reunião de câmara, o executivo municipal decidiu consultar uma linha de financiamento do Banco Europeu de Investimento (BEI), criada para apoiar exclusivamente projetos comunitários aprovados.

Em comunicado, a autarquia refere que as duas empreitadas, previstas para o Parque de Feiras de Alcácer do Sal, vão “mudar a face” daquele espaço “há muito degradado” e representam um dos “ciclos mais fortes de investimento” no concelho.

“Vamos avançar com a reconversão urbanística do Parque de Feiras da cidade, a maior obra pública realizada pela câmara, no valor de quatro milhões de euros, que prevê melhorias nas redes de água e elétrica, iluminação pública, mobiliário urbano e pavimentação”, explicou à agência Lusa o presidente da Câmara de Alcácer do Sal, Vítor Proença.

Nos últimos anos, além de “apresentar superavit”, o município conseguiu diminuir “o passivo e a dívida global” e reduzir “os pagamentos médios aos fornecedores entre os 15 e os 23 dias”, sendo agora necessário “alavancar as oportunidades únicas de financiamento abertas pelo Portugal 2020”, referiu.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.