Alcácer do Sal investe 400 mil euros na modernização de piscina coberta

0

A piscina coberta de Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal, vai ser reabilitada e modernizada, devido ao “estado de progressiva degradação”, num investimento de 400 mil euros, disse hoje à agência Lusa o presidente do município.

“Atualmente, a piscina municipal coberta não apresenta os níveis de modernidade de outros equipamentos e, por isso, desenvolvemos um projeto de qualificação e de modernização que responda às necessidades dos utilizadores”, explicou Vítor Proença.

A obra contempla a colocação de uma nova cobertura, com vista a “uma melhor eficiência energética” do edifício, que, segundo o autarca, já foi alvo de um investimento “ao nível dos sistemas de ventilação e de ultravioletas, que reduziu o cloro indispensável para o meio aquático”.

A empreitada prevê ainda a ampliação do edifício “com a criação de uma zona de primeiros socorros e enfermaria” e “alterações no visual estético das piscinas cobertas, melhorando a sua funcionalidade”, acrescentou.

Construída há duas décadas, a piscina, localizada na zona alta da cidade do litoral alentejano, junto à Escola Básica Pedro Nunes e Pavilhão Gimnodesportivo, serve a comunidade escolar e uma “grande fatia” da população.

A obra, custeada pela autarquia, “vai melhorar a comodidade dos utentes”, que, no último ano, “aumentaram a afluência a este equipamento com números muito significativos”, usufruindo “não só da natação livre, como de programas disponibilizados pelo município para os alunos das escolas, idosos e ao nível da reabilitação”, frisou.

De acordo com a autarquia, a abertura do procedimento para o lançamento da empreitada foi aprovada, pela maioria comunista, na mais recente reunião do executivo municipal.

“Além do concurso público, aguardamos ainda pela aprovação do Tribunal de Contas, mas se tudo correr bem esperamos avançar com a obra dentro de nove meses”, referiu o autarca.

Por outro lado, o município de Alcácer do Sal prevê avançar também com a recuperação do edifício da Oficina da Criança, num investimento de 500 mil euros, contemplando trabalhos de construção civil, substituição de cobertura, criação de rampas, melhoria de acessibilidades e arranjos exteriores.

Trata-se de um espaço de animação socioeducativo, criado em 1989, que serve a comunidade educativa do concelho com um conjunto de atividades ligadas às expressões plástica e dramática, visitas e animação temática, no período pós-letivo.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.