Deputados do PS querem ambulância de Suporte Imediato de Vida em Alcácer do Sal

0

Os deputados do PS eleitos pelo círculo de Setúbal defenderam hoje a colocação de uma ambulância de Suporte Imediato de Vida (SIV) no Serviço de Urgência Básica (SUB) de Alcácer do Sal, no litoral alentejano.

Num requerimento enviado à ministra da Saúde, os deputados socialistas querem saber se Marta Temido reconhece a “importância de existir em Alcácer do Sal” uma ambulância de SIV, alocada ao SUB.

Os deputados Ana Catarina Mendes, Eurídice Pereira, Paulo Trigo Pereira, Catarina Marcelino, Ivan Gonçalves, Sofia Araújo e André Batista querem ainda saber “para quando está prevista” uma viatura de SIV em Alcácer do Sal, no distrito de Setúbal.

Considerando que Alcácer do Sal é o segundo município com maior área territorial a nível nacional e “havendo uma significativa dispersão dos habitantes”, os sete eleitos do PS por Setúbal defenderam ser importante a existência de uma ambulância de SIV naquele concelho do litoral alentejano.

Os pontos mais longínquos da área de abrangência da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) distam do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém, tanto a norte como a sul, cerca de 100 quilómetros”, indicam os deputados, considerando haver uma “lacuna” nos meios de socorro na zona.

A sul, no concelho de Odemira, distrito de Beja, “o socorro pré-hospitalar está assegurado pela SIV de Odemira”, enquanto que, a norte, no concelho de Alcácer do Sal, distrito de Setúbal, ocorre uma lacuna de meios de socorro diferenciado”, alegam.

No requerimento, Eurídice Pereira, da Comissão Parlamentar de Saúde e coordenadora regional dos deputados do PS eleitos por Setúbal, refere um despacho publicado em Diário da República que define os meios que devem ser alocados aos Serviços de Urgência Médico Cirúrgica (SUMC).

“O despacho nº 5561/2014 publicado no Diário da República n.º 79, 2.ª série, de 23 de abril, define que os SUMC devem integrar uma VMER e que os SUB devem integrar uma SIV, o que não ocorre no SUB de Alcácer do Sal”, referem.

Os deputados socialistas consideram que “há justificadamente” uma “forte expectativa sobre a resolução deste problema a breve trecho” e concluem que “compete ao INEM, entre outros, disponibilizar o meio de emergência pré-hospitalar e ao diretor de serviço de urgência garantir a operacionalidade permanente do meio” de socorro.

A zona do litoral alentejano compreende os concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém, Sines e Odemira, com uma população que ronda os 100 mil habitantes.

A Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano (ULSLA) conta com um Serviço de Urgência Médico Cirúrgica, em Santiago do Cacém, e dois SUB nos centros de saúde de Alcácer do Sal e de Odemira.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This