Empreitada de 2,3ME reforça abastecimento de água a aldeia de Ourique

0

O abastecimento público de água a Aldeia de Palheiros, em Ourique (Beja), está a ser melhorado, com a construção de uma ligação desde a sede de concelho, integrada numa empreitada superior a 2,3 milhões de euros.

A Câmara de Ourique revelou, em comunicado, que estas obras de ligação de água para abastecimento público desde a sede de concelho até Aldeia de Palheiros foram iniciadas “recentemente” e vão permitir “uma melhoria substancial da qualidade da água fornecida aos residentes” da localidade.

A empreitada é da responsabilidade da empresa Águas Públicas do Alentejo (AgdA), sendo impulsionada pelo município, e envolve a construção de uma conduta e de um reservatório de água em Aldeia de Palheiros.

Esta obra está incluída numa empreitada mais vasta da AgdA de expansão do sistema de abastecimento público em Ourique e Almodôvar, no valor total de 2.373.717,67 euros, acrescentou a autarquia.

O presidente da câmara, Marcelo Guerreiro, lembrou hoje à agência Lusa que, “há cerca de dois anos, foi construída uma conduta principal entre Ourique e Almodôvar” e que, agora, esta empreitada da AgdA “abrange a criação de ramais para abastecer aldeias dos dois concelhos”.

No caso de Ourique, realçou, o projeto incide em Aldeia de Palheiros, localidade com “cerca de 400 habitantes” e onde “existem problemas relacionados com o abastecimento de água”.

“Temos problemas com a qualidade e a escassez da água e, por isso, esta ligação é importante porque permite ligar a aldeia ao abastecimento público de Ourique, a partir da albufeira do Monte da Rocha”, salientou.

As obras, iniciadas “este mês” e com um prazo de execução previsto de 365 dias, vão fazer com que seja possível “levar água de qualidade e tratada até Aldeia de Palheiros”, indicou.

E, segundo o autarca, fica também resolvido o problema da escassez: “Com a construção do reservatório, vamos poder fazer uma melhor gestão, não só da qualidade, mas também da quantidade da água disponibilizada aos munícipes”.

No comunicado, a Câmara de Ourique refere que, em articulação com a empresa AgdA, tem sido desenvolvido “um conjunto de projetos de melhoria das condições de abastecimento de água às populações e de tratamento dos resíduos”.

Estes projetos, frisou, “correspondem a necessidades existentes e a uma visão sustentável do que deve ser a gestão do território e o uso racional de bens escassos como a água”.

O município alude ainda a que, “no horizonte”, está a concretização da ligação entre as barragens do Roxo e do Monte da Rocha, o que vai implicar uma “maior sustentabilidade” e a ampliação do potencial rural do concelho, pelo que “existe a necessidade de prosseguir o esforço de reforço da rede interna de abastecimento de água e de monitorização das alterações climáticas”.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.