Fernando Ramos considera “muito importante” o investimento de 1.200 milhões de euros no Porto de Sines

0

Fernando Ramos, vice-presidente da Câmara Municipal de Sines, considerou ontem “muito importante” o investimento previsto de 1.200 milhões de euros na ampliação do Terminal XXI e na construção do Terminal Vasco da Gama.

Fernando Ramos, disse que a expansão do Terminal XXI foi um “projeto que foi sucessivamente adiado pelo governo anterior, mas cuja relevância para a economia nacional e europeia veio, na atual legislatura, a ser reconhecida”, e que a decisão de lançar as bases da concessão para a construção do Terminal Vasco da Gama “vem reconfirmar a enorme importância do porto de Sines enquanto porta de entrada atlântica”.

Contudo, o vice-presidente da Câmara de Sines lembrou os investimentos necessários na rodovia e na ferrovia, nomeadamente de ligação da A26 à A2 em perfil de autoestrada e a construção de uma ligação rápida e competitiva entre Sines e Madrid por ferrovia.

“Estes dois investimentos também se encontram inscritos no Plano Nacional e Investimentos 2030 e é com enorme expectativa que aguardamos a sua concretização. Se o atual governo os recuperou, após anos de adiamento, é porque entende a sua importância e prioridade. Contamos, por isso, com enorme determinação na sua concretização, fundamental para a complementaridade do aumento da capacidade portuária em Sines.”

A ministra do Mar, por sua vez, salientou que Sines representa 56% da movimentação de carga contentorizada dos portos do Continente, e que após estes investimentos passará de uma capacidade de 2,1 milhões de TEUS para mais de 7 milhões de TEUS. Ana Paula Vitorino referiu ainda que a importância do Porto de Sines para a economia nacional é de 1,5% do PIB.

A par destes investimentos, Ana Paula Vitorino referiu outros cinco investimentos na área portuária para os quais a APS recebeu autorização do governo: ampliação do Molhe Leste (75 milhões de euros), reforço da rede elétrica para alta tensão (10 milhões de euros) e a requalificação do ramal ferroviário (8,4 milhões de euros); a contratualização de uma nova lancha para pilotos (900 mil euros); a construção de um Centro de Despacho de Mercadorias & Pré-Gate Rodoviária (4 milhões de euros).

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.