Festival Terras Sem Sombra lugar de música, património e natureza

0

O Município de Santiago do Cacém recebeu, no dia 22 de junho, a atuação do Československé Komorní Duo inserida na 15.ª edição do Festival Terras Sem Sombra, cujo programa contemplou, também, o património edificado e o natural.

A Igreja Matriz de Santiago do Cacém encheu-se para ouvir o Duo de Câmara Checoslovaco criado, em 2004, pelo violinista checo Pavel Burdych e pela pianista eslovaca Zuzana Berešová, que apresentou o espetáculo Onde está a minha casa? Tradição e Vanguardas na música checa (séculos XIX-XX).  O Československé Komorní Duo recebeu a aprovação do público e crítica internacional, sendo convidados regulares em festivais de música.

O Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, e a Presidente da Assembleia Municipal, Paula Lopes, estiveram presentes no concerto em representação do Município. 

O Festival Terras Sem Sombra, em Santiago do Cacém, no âmbito do programa Património Cultural dinamizou, dia 22, a iniciativa Corte de Aldeia: O palácio da Carreira. Uma visita orientada por José António Falcão (historiador de arte) e Maria Lúcia Falcão Barbosa (arquiteta).

Inserido no Programa Biodiversidade decorreu, dia 23 de junho, a iniciativa “Mansa Corrente: O Curso Médio do Rio Sado”. Percurso pela natureza que contou com a presença do Vereador Albano Pereira, e uma grande participação do público, e que teve como guias: Carlos Cupeto (geólogo), Ilídio Martins (engenheiro agrónomo) e José Matias (técnico de museologia).

O Festival Terras Sem Sombra decorre ao longo de seis meses, de janeiro a julho, iterando por 13 cidades. Em cada uma, o património histórico é dado a descobrir alavancado por um concerto de música clássica e uma atividade promotora da biodiversidade e do património. Sendo a participação nas iniciativas gratuita.

A viagem pelo Terras Sem Sombra passa por Vidigueira, Serpa, Monsaraz, Beja, Elvas, Cuba, Ferreira do Alentejo, Odemira, Barrancos, Santiago do Cacém e Sines; com paragem na Estremadura espanhola, visitando Valência de Alcântara e também Olivença. O festival pretende dar a conhecer o património histórico das terras sem sombra, contribuindo para a sua preservação.

O país convidado desta edição é os Estados Unidos, mas estão também presentes a Espanha, a Hungria, a República Checa e as Filipinas.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.