Fórum Pensar a Educação decorre este sábado em Santiago do Cacém

0

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém promove o Fórum Pensar a Educação este sábado, no dia 2 de fevereiro, pelas 14h00, no Auditório Municipal António Chainho, um Fórum aberto a toda a comunidade educativa.

Com as presenças confirmadas dos oradores convidados: José Verdasca – Coordenador Nacional da Estrutura de Missão do Programa Nacional de Promoção do Sucesso Escolar; Elsa Conde – Subcomissária do Plano Nacional de Leitura-2027; Manuel Rocha Professor de violino do Conservatório de Música de Coimbra e Presidente Comissão Instaladora do Conservatório de Música de Loulé e Manuela Esteves do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.

Sendo o Sucesso Educativo um processo complexo e multifatorial que não respeita apenas à Escola, entende o Município que pode contribuir para o enriquecimento dos percursos escolares com a sua intervenção socioeducativa e cultural, junto das famílias, das crianças e dos jovens, proporcionando aprendizagens diversas ao nível da educação não formal.

O Município concebeu o Plano, que designa de Insucesso Zero/Igualdade na Educação que visa:  Promover a Educação Não Formal; Integrar as Tecnologias da  Informação  nos processos educativos; Mobilizar as famílias para a importância da Escola e do Conhecimento; Disponibilizar recursos educativos aos docentes, que compreende atividades nas áreas da educação ambiental, patrimonial, expressão musical e promoção do livro e da leitura.

Convictos de que quanto maior e melhor for a articulação entre a Escola, a Comunidade e os Projetos Autárquicos mais eficaz será o combate ao Insucesso Escolar é neste âmbito, e com este enquadramento, que realizamos o presente Fórum para o qual vos convidamos.

O Fórum Pensar a Educação é uma iniciativa integrada no programa municipal de combate ao insucesso escolar “Programa Insucesso Zero | Igualdade na Educação”, elaborado pela Câmara Municipal de Santiago do Cacém com o apoio do Programa Operacional Regional Alentejo 2020 e cofinanciado pelo Fundo Social Europeu.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.