Glopol Portugal vai investir 5 milhões de euros no Cercal do Alentejo

0

A Câmara Municipal de Santiago do Cacém assinou um contrato-promessa de compra e venda para disponibilizar cerca de dois hectares de terreno, no Parque de Empresas do Cercal do Alentejo, num investimento de cerca de 5 milhões de euros por parte da Glopol Portugal, destinado à instalação de uma unidade de reciclagem de plásticos que irá criar, no seu arranque, cerca de 20 postos de trabalho, com prioridade para a contratação de trabalhadores da Freguesia do Cercal do Alentejo e do Município.

Álvaro Beijinha destaca o trabalho que a Câmara Municipal tem realizado nos últimos anos na projeção do Parque de Empresas do Cercal do Alentejo e na captação de investidores para o mesmo promovendo uma dinâmica ímpar, “a Câmara criou há cerca de 10 anos este Parque de Empresas, que proporciona boas condições para a captação deste investimento e de outros que se encontram em curso. Após a inauguração desta infraestrutura o País entrou numa crise profunda que levou a uma quebra do investimento privado. Neste momento a situação está a reverter-se e a procura por este espaço está a aumentar”

Neste momento, no Parque de Empresas do Cercal do Alentejo, está para breve a abertura de um centro para abate de automóveis e encontra-se em fase de construção um centro de armazenamento de cortiça. De acordo com o autarca a Câmara Municipal está em fase de negociações para a implementação de mais quatro empresas “ investimentos que trazem mais riqueza para a economia local. Continuaremos a trabalhar para que o Parque Empresarial do Cercal seja cada vez mais procurado, é nesse sentido que ele está integrado na plataforma digital da AICEP e insere-se numa estratégia municipal de atrair mais investimento, mais riqueza e mais pessoas para o concelho”.

A Glopol é uma empresa que pertence ao mesmo Grupo da Glowood, a fábrica de peletes, também instalada no Parque de Empresas do Cercal do Alentejo, que já investiu nesta unidade cerca de 11 milhões de euros e criou 50 postos de trabalho.

Álvaro Beijinha recorda que, a par do Parque de Empresas, o Cercal do Alentejo é uma das freguesias do Município onde existe um forte investimento no setor turístico com a abertura de novas unidades que se juntam às existentes (Herdade da Matinha e Reguenguinho) e que têm contribuído para a divulgação deste território, “estão em curso as obras de ampliação do Hotel Casa Azul, que tem um custo para os seus proprietários na ordem dos 800 mil euros. Está a decorrer um processo de implementação de mais três percursos da Rota Vicentina no Concelho, duas das quais são na Freguesia do Cercal do Alentejo. ”.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Share This