GNR detém três suspeitos e desmantela rede de tráfico de droga em Grândola

0

A GNR anunciou hoje ter desmantelado uma rede de tráfico de droga em Grândola (Setúbal), com a detenção de duas mulheres e um homem, com idades entre os 27 e os 41 anos, após outras detenções em 2018.

O Comando Territorial de Setúbal da GNR revelou hoje, em comunicado, que estas três últimas detenções, pelo crime por tráfico de estupefacientes, foram efetuadas na quarta-feira, através do Núcleo de Investigação Criminal de Grândola, no litoral alentejano.

Segundo a GNR, procedeu-se assim ao “desmantelamento de [uma]rede de tráfico de estupefacientes” no concelho de Grândola, que estava a ser investigada desde 2018.

“No decorrer de uma investigação que teve início em 2018, foi possível apurar que os suspeitos adquiriam o produto estupefaciente em Espanha, com o objetivo de o introduzir num estabelecimento prisional”, disse a guarda.

Na altura, essa investigação a esses suspeitos culminou, em junho de 2018, com a “prisão preventiva de um homem” e a “aplicação do termo de identidade e residência a outros dois homens e duas mulheres, todos eles com idades compreendidas entre os 17 e os 24 anos”.

Fruto das diligências desenvolvidas nessa altura, os militares apreenderam 31 quilos de haxixe, correspondentes a cerca de 61.750 doses, pode ler-se no comunicado agora divulgado.

A investigação “continuou a decorrer” e, na ação desta quarta-feira, foram, então, detidos mais duas mulheres e um homem, através do cumprimento de mandados de detenção.

Os suspeitos vão ser presentes ao Tribunal Judicial de Setúbal para aplicação de eventuais medidas de coação.

Os militares realizaram também duas buscas, uma domiciliária e outra a um veículo, tendo apreendido 120 doses de cocaína, 106 doses de MDMA, duas viaturas, cinco telemóveis, duas munições e uma arma branca.

A ação, acrescentou a GNR, contou ainda com o empenhamento de militares de Beja e o apoio da PSP.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.