Jerónimo de Sousa esteve em Sines onde apelou ao reforço da CDU

0

Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP esteve no sábado em Sines, onde apelou ao voto na CDU para evitar uma maioria absoluta do Partido Socialista.

O líder comunista recordou que “só com uma CDU forte é que é possível o país avançar na defesa dos direitos dos trabalhadores, dos reformados e dos jovens”. 

Jerónimo de Sousa esclareceu que o PS merece a sua critica quando “se põe ao lado do capital e dos patrões” e pode contar com o seu apoio “quando defender os interesses dos trabalhadores, dos reformados e dos jovens”.

Segundo o líder do PCP, “o Governo do PS alinhou em muitas propostas, mas foi sempre, ali, de contra vontade, sempre a primeira resposta era não, a segunda era de resistência e, depois de meses, às vezes, de discussão, lá aceitava a medida, mas sempre a muito custo”.

Sobre as alterações ao Código do Trabalho, Jerónimo de Sousa considera que é uma imposição de Bruxelas que vai prejudicar bastante os trabalhadores, principalmente as novas gerações.

Jerónimo de Sousa criticou as sondagens e acredita que a CDU ainda vai conquistar mais votos nesta última semana porque “a melhor sondagem é o contacto com as populações”.

Em relação ao caso Tancos, Jerónimo de Sousa não quis falar, mas fonte do PCP explicou que o partido não se vai opor à nomeação de uma nova Comissão de Inquérito.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.