Jovens da região lançam ideias para Festival Liberdade que se realiza em Vila Nova de Santo André em junho (com áudio)

0

A edição de 2019 do Festival Liberdade vai realizar-se no Concelho de Santiago do Cacém, durante os dias 28,29 e 30 de junho na Freguesia de Santo André, mais precisamente no recinto do Centro Equestre em Vila Nova de Santo André.

O movimento associativo juvenil regional aceitou o convite lançado pela AMRS (Associação de Municípios da Região de Setúbal) e pela Câmara Municipal de Santiago do Cacém, em conjunto com os restantes associados e, de forma significativa, marcou presença no Fórum Regional do Movimento Associativo Juvenil da Região de Setúbal, que decorreu dia 12 de janeiro, no Zen Lounge Bar, localizado no Centro Equestre de Santo André, em Vila Nova de Santo André. Na reunião os jovens apresentaram várias ideias para o programa do Festival Liberdade que vão ser avaliadas pelo Comité Organizador.

O Vereador com o Pelouro da Juventude na Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Jaime Cáceres, sublinhou a “honra que é para o Município receber toda esta juventude, e agradecemos à AMRS por nos ter escolhido”. O autarca destacou o facto de Vila Nova de Santo André ter uma população jovem, recordando aos presentes o que esteve na génese desta cidade também ela muito jovem. “Mas em todo o Município temos jovens que promovem várias dinâmicas quer seja na área da cultura, das artes e do desporto” acrescentou Jaime Cáceres que sublinhou, ainda, a estratégia política que a Autarquia tem para a juventude “que os pretende envolver trazendo progresso e felicidade às suas vidas”.

Para o Presidente da Associação de Municípios da Região de Setúbal, Rui Garcia, descentralizar a realização do Festival Liberdade “é um desafio, e este ano resolvemos ser mais ousados e pensar que este Litoral Alentejano também faz parte da AMRS, as populações e movimentos juvenis desta região são iguais em direitos e deveres como todos os outros”. O responsável da AMRS saudou o Município de Santiago do Cacém por ter abraçado este projeto.

Rui Garcia explicou que embora o Festival Liberdade tenha o seu eixo em torno da música “pretende ser muito mais do que um festival de música, pretende ser um fator de promoção e coesão do movimento associativo juvenil da região e desse ponto de vista o sucesso, ao longo destas cinco edições, tem sido assinalável e com certeza este caminho continuará a dar frutos”.

Em 2019, o Festival Liberdade vai proporcionar ao movimento associativo juvenil do Concelho de Santiago do Cacém, a par dos jovens da Região, a oportunidade de construção do Festival ao dinamizar os espaços, as iniciativas e os conteúdos que o integram.

De recordar que o objetivo maior do Festival Liberdade é comemorar os valores da Liberdade e a Revolução de Abril.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.