Konono n.º1 ausentes do FMM de Sines por problemas com vistos

0

O concerto dos Konono n.º 1 no Festival Músicas do Mundo de Sines, em julho, foi cancelado por causa de problemas na obtenção de vistos na República Democrática do Congo, anunciou a organização.

O grupo deveria atuar a 28 de julho no festival, com a participação do músico sul-africano Aero Manyelo, sendo substituídos agora pelos Inner Circle, que passam por Sines no âmbito da digressão do 50.º aniversário.

“Devido a problemas na República Democrática do Congo, o grupo Konono n.º 1 não obteve vistos para a digressão europeia, o que obriga ao cancelamento do seu concerto com Aero Manyelo no FMM Sines 2018”, explicou a organização.

Os Konono n.º 1 surgiram em Kinshasa, nos anos de 1960, pela mão do músico Mawangu Mingiedi, mas só ganharam maior notoriedade na Europa, no virar do século, com a editora belga Crammed Discs e com o produtor Vincent Kenis.

Composto por músicos oriundos de uma região fronteiriça com Angola, o grupo é conhecido por tocar música em instrumentos artesanais e tradicionais eletrificados, conferindo uma sonoridade experimental e próxima dos ritmos da música eletrónica.

No início de 2015, o grupo passou uma temporada em Lisboa a gravar um álbum, com coprodução do músico luso-angolano Pedro Coquenão (Batida), tendo sido editado e apresentado ao vivo em Sines em 2016.

O FMM de Sines, organizado pela Câmara Municipal de Sines, celebrará 20 anos com 59 concertos e iniciativas paralelas a acontecerem entre 19 e 28 de julho em Porto Covo e em Sines.

Deixar uma resposta

Share This