Nacional: Evacuação médica de dois tripulantes a norte do porto de Sines

0

A Marinha, Força Aérea, INEM – Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODU-Mar) e Autoridade Marítima colaboraram em conjunto, esta madrugada, para a evacuação médica de dois tripulantes filipinos que se encontravam a bordo de um navio mercante de grandes dimensões, de bandeira de Singapura, a navegar a 5 milhas (10km) a norte do porto de Sines.

O navio encontrava-se na área do porto de Sines quando foi surpreendido por uma vaga de maiores dimensões que entrou pelo convés tendo projetado os dois  tripulantes, de 26 e 30 anos de idade, que se encontravam a trabalhar nos exteriores.

Pelas 21h45 o Capitão do Porto de Sines contactou o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa) a informar do alerta recebido e a solicitar avaliação médica.

Após contacto com o navio foi apurado que um dos tripulantes sofreu um traumatismo craniano com perda de consciência e o outro uma lesão na perna com possível fratura, tendo sido avaliado pelo CODU-Mar como evacuação urgente com acompanhamento médico.

Após esta informação do CODU-Mar e face às condições meteorológicas adversas que se faziam sentir no local , que inviabilizavam a evacuação por via marítima, a Marinha, através do MRCC Lisboa solicitou à Força Aérea Portuguesa a ativação do meio aéreo EH-101 para efetuar o resgate.

O resgate foi efetuado cerca da meia-noite, com uma equipa médica do INEM embarcada na aeronave EH-101 tendo os indivíduos sido transportados para o AT1 no Aeroporto de Lisboa onde aterrou à 00h36.

Posteriormente foram encaminhados por duas ambulâncias até ao Hospital de Santa Maria, em situação estável. O navio mercante HAFNIA ROBSON prosseguiu viagem dentro da normalidade.

Deixar uma resposta

Share This