"Eliminaremos genericamente as limitações horárias às atividades, e portanto quer o comércio, quer a restauração, quer os espetáculos, poderão retomar os seus horários normais, com uma limitação geral de tudo estar encerrado às duas da manhã", disse o chefe do Governo no 'briefing' após a reunião do Conselho de Ministros, que decorreu hoje no Palácio da Ajuda, em Lisboa.

António Costa precisou ainda que à eliminação destas limitações alia-se a "utilização intensiva" do certificado digital ou dos testes negativos, que se mantêm necessários para entrar nos espaços fechados dos restaurantes aos fins de semana e feriados, bem como para aceder a alojamentos turísticos.