Duas pessoas residentes no lar com sintomas de COVID-19, foram transferidas ontem para o HLA - Hospital do Litoral Alentejano e ali testaram positivo para esta doença. Uma idosa de 86 anos, acabou por falecer já esta segunda-feira, na unidade hospitalar.

O Provedor Eduardo Bandeira, explicou que “apesar do cuidado e da dedicação de todos os trabalhadores da SCMS, que tem sido reiteradamente reconhecido, não conseguimos evitar a entrada do coronavírus no nosso Lar. Detetado o primeiro caso, iniciaram-se um conjunto de ações, coordenadas com a Autoridade Local de Saúde, com o objetivo de isolar este foco e minimizar o risco da sua propagação”.

“Foi isolada a área onde ocorreram os casos diagnosticados, colocados em quarentena os trabalhadores que se identificaram como casos suspeitos, restringidos os acessos ao Lar e, particularmente, à ala em isolamento profilático e efetuados testes a todos os residentes desse edifício e aos trabalhadores a ele afetos”.

Eduardo Bandeira, afirmou ainda que “todos os atuais residentes no Lar da SCMS estão estáveis e a ser acompanhados pelas nossas equipas. Não há registo de utentes que causem preocupação, sendo certo que esta situação está em evolução constante”.

O resultado dos testes realizados esta segunda-feira, são conhecidos ao longo do dia de amanhã.


Comente esta notícia


SINES