A TAIPA faz parte da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica

0

A Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, presidiu hoje, dia 5 de abril, à assinatura de dois protocolos da nova geração para a Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica, para dotar 16 municípios do Algarve e o Município Odemira de respostas de atendimento especializado a vítimas de violência contra as mulheres e violência doméstica. A cerimónia teve lugar na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, em Faro.

A TAIPA – Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado do Concelho de Odemira assinou este protocolo que resulta do processo de alargamento da intervenção do GAVA (Gabinete de Apoio à Vítima) a mais 3 municípios do Algarve (Lagos, Monchique e Vila do Bispo e a continuação em Odemira e Aljezur, municípios cujos Presidentes de Câmara assinaram tambhém o protocolo de colaboração. A cerimónia contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Odemira, José Alberto Guerreiro, e da Vereadora Deolinda Seno Luís.

Os protocolos envolvem 17 municípios e mais de 70 entidades parceiras de diferentes áreas governamentais: cidadania e igualdade, educação, emprego, forças de segurança, justiça, reinserção social, saúde e segurança social.

Na região algarvia, serão criados três Gabinetes de Apoio às Vítimas, cujas ONG coordenadoras são a APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima e a TAIPA, envolvendo um investimento de 268.000 euros, assegurados pelo Governo e municípios.

Esta nova geração de Protocolos de Territorialização integra a Estratégia Nacional para a Igualdade e Não Discriminação – Portugal Mais Igual.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.