Odemira recordou Amália Rodrigues com um conjunto de iniciativas abertas à população

0

A localidade do Brejão, no concelho de Odemira, recebeu este sábado o início das comemorações do centenário do nascimento de Amália Rodrigues.

Ao longo do ano estão previstas várias iniciativas, como “uma exposição que vai percorrer o país, concertos, espetáculos, lançamento de um relógio, um perfume e uns óculos comemorativos do centenário do nascimento de Amália Rodrigues” explicou Vicente Rodrigues, presidente da Fundação Amália.

Um conjunto de iniciativas que tem como objetivo de “gerar receitas para que a Fundação seja autossustentável. A Fundação tem 19 anos, tem tido algumas dificuldades financeiras devido aos elevados custos de manutenção e nós pretendemos criar receitas para a Fundação” acrescentou o mesmo responsável.

A casa de férias da fadista recebeu ao longo do dia centenas de visitas de quem a conheceu e a recorda com saudade. A cerimónia contou com visitas guiadas, uma Missa Campal na Quinta da Amália e uma Noite de Fados.

Relembramos que até dia 31 de outubro está patente na Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, uma mostra documental sobre a vida e obra da fadista.

Estas atividades foram promovidas pelo Município de Odemira, em parceria com a Fundação Amália e a Associação Cultural e de Desenvolvimento Económico-Social do Brejão.

Recorde-se que Amália Rodrigues nasceu a 23 de julho de 1920 e faleceu a 6 de outubro de 1999.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.