Portugal exporta gás natural pela interligação de Campo Maior pela primeira vez

0

O sistema nacional de gás natural português exportou pela primeira vez através da interligação internacional de Campo Maior, de acordo com um comunicado da REN.

“O sistema nacional de gás natural exportou, no passado dia 10 de janeiro, gás natural pela interligação de Campo Maior, a primeira vez nos seus 22 anos da história”, adiantou a mesma nota.

Nesse dia, o fluxo total de gás “para abastecimento do sistema espanhol foi de aproximadamente um milhão de metros cúbicos”, quase todos transportados pela interligação de Campo Maior.

A interligação de Campo Maior esteve na origem da introdução do gás natural no mercado nacional em 31 de janeiro de 1997. A entrada ao serviço comercial do Terminal de Gás Natural Liquefeito de Sines, em 2004 fez com que fossem depois diversificadas as fontes de aprovisionamento do gás.

“A forte competitividade do Terminal de Sines e o evento de uma vaga de frio na Europa e em particular em Espanha têm levado a que o mercado recorra ao sistema nacional como porta de entrada na Europa”, adiantou a REN.

O sistema português, explicou a REN, pode ser competitivo “sobretudo em situações de picos de consumo” como o verificado em janeiro, tendo em conta a capacidade de Sines e a localização geográfica, como porta de entrada na Europa.

“Desde que se iniciou a exportação de gás natural para Espanha, no final do passado mês de outubro, o valor diário mais elevado de exportação comercial solicitada pelo mercado foi de 3,2 milhões de metros cúbicos, verificado no dia 16 de janeiro”, de acordo com a REN, o que correspondeu “a 47% da capacidade total disponibilizada para exportação no VIP [ponto virtual que agrega as capacidades das interligações internacionais]ibérico”.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.